Gestão do Agronegócio: Como preparar sua equipe para planejar, produzir e entregar com eficiência

Gestão de projetos no agronegócio

Não é segredo para ninguém que o Brasil é um dos principais players do agronegócio no mundo. Apesar da recessão econômica, o setor agrícola continua em expansão, graças aos nossos recursos naturais, extensão territorial e clima favorável. E a gestão de projetos só tem a ganhar com isso! 

Afinal, para manter essa posição competitiva, é fundamental que as empresas do setor se organizem e adotem práticas de gestão eficientes. A gestão de projetos, por exemplo, é uma ferramenta poderosa para aumentar a produtividade, evitar desperdícios e otimizar todos os aspectos relacionados à lavoura.

Neste artigo, vamos destacar os principais benefícios que a gestão de projetos pode trazer para o agronegócio, mostrando como essa prática pode ser uma aliada importante para o sucesso da sua produção. Acompanhe!

Por que investir na gestão de projetos no agronegócio?

A gestão de projetos no agronegócio é altamente adaptável, podendo ser aplicada de diversas maneiras e em empresas rurais de todos os tamanhos. 

Ela é uma iniciativa temporária que busca alcançar resultados efetivos em atividades agrícolas, construção e reforma de armazéns, abertura de canais de comercialização, obtenção de certificações, entre outras.

Cada objetivo pode ser transformado em um projeto único, e para alcançá-los, é essencial administrar as metas definidas até que se tornem realidade. 

O gestor deve criar um plano de ação, elaborar um cronograma e determinar o que deve ser feito. Além disso, é necessário analisar os resultados obtidos para avaliar se são necessárias mudanças ou ajustes.

Os benefícios da gestão de projetos em agronegócios

A gestão de projetos traz diversos benefícios para o agronegócio, entre eles a melhoria da qualidade das atividades desenvolvidas. 

Por meio do uso de ferramentas inovadoras e uma administração adequada do tempo e dos recursos, é possível otimizar e organizar as tarefas no campo. 

A seguir, apresentaremos outras vantagens que o gerenciamento de projetos pode trazer para os empreendimentos rurais.

Consegue maior vantagem competitiva

A gestão de projetos traz consigo inúmeras vantagens competitivas ao agronegócio, possibilitando a expansão da produção e o aumento da qualidade dos produtos. Além disso, os gestores capacitados consideram questões de sustentabilidade, clima e eventos naturais, utilizando a tecnologia como aliada na economia dos recursos naturais.

Por meio de sensores que apontam as áreas mais férteis para o rendimento das lavouras, é possível elevar a produtividade por hectare de terra cultivada e gerenciar perdas, desperdícios e ociosidade do maquinário. 

Com uma gestão estratégica, os gestores zelam pelo desenvolvimento sustentável, compreendendo profundamente as necessidades e os processos que garantem os melhores resultados para as finanças.

O planejamento, a rotina de gerenciamento e o controle das tarefas garantem o retorno dos investimentos efetuados pelo empreendedor rural, resultando em um aumento significativo nos lucros.

Ajuda a reduzir custos

O gerenciamento dos riscos e dos custos é uma das principais responsabilidades do gestor de projetos, que deve montar e monitorar o orçamento de forma equilibrada e precisa. 

Ele é o responsável por elaborar o projeto e determinar os recursos que serão utilizados durante sua execução, acompanhando de perto para garantir que os valores estejam dentro do planejado.

Ao criar um cronograma, é possível evitar desvios de gestão e seguir as estratégias definidas. O monitoramento dos gastos permite a redução de custos por meio da identificação de oportunidades, implementação de novos produtos ou serviços, organização do ambiente e fortalecimento das relações com fornecedores e parceiros.

Além disso, reuniões periódicas podem ser realizadas para que o líder possa compartilhar informações com os colaboradores, permitindo que eles se sintam parte do negócio. 

Nesses encontros, são discutidos valores investidos, metas alcançadas, trabalhos em execução, benefícios obtidos e esforços necessários para aumentar os lucros. Realizar essas reuniões semanalmente pode melhorar ainda mais os resultados.

Aumenta a lucratividade da empresa 

A gestão de projetos no agronegócio se beneficia enormemente das boas práticas por contribuírem para motivar e engajar as equipes de trabalho. A comunicação transparente e alinhada entre líderes e colaboradores é fundamental para o sucesso dos projetos e para aumentar a lucratividade no setor rural.

Passo a passo para realizar a gestão de projetos no agronegócio

A gestão de projetos é uma ferramenta muito importante que pode ser adotada com sucesso por empreendedores rurais.

Afinal, apenas por meio de uma gestão eficiente é que você poderá analisar as demandas do mercado, desenvolver produtos ou serviços que possam atendê-la e, em seguida, mensurar esses dados.

Confira, então, um passo a passo para realizar a gestão de projetos no agronegócio que preparamos para você:

Passo 1. Escolha um líder para gerenciar os projetos

Para obter uma gestão de projetos eficiente no agronegócio, é fundamental selecionar um líder qualificado para essa função. Essa pessoa deve possuir habilidades de liderança, pois precisará trabalhar em equipe e lidar com importantes responsabilidades. 

É recomendado escolher alguém com experiência dentro do agronegócio, que conheça os processos envolvidos. Isso facilitará a conquista dos resultados desejados.

Passo 2. Estabeleça prazo e prioridade 

É possível criar projetos de longo prazo ou renovar alguns, mas é importante definir uma data limite para que as estratégias sejam desenvolvidas dentro de um prazo estabelecido. 

A quantidade de projetos dependerá do tamanho e dos objetivos do seu negócio no agronegócio. É recomendável que os objetivos sejam claros, como, por exemplo, “implantar um serviço de entrega dos nossos produtos” ou “reduzir os gastos com despesas regulares”.

Passo 3. Crie etapas dentro de cada projeto

Cada projeto possui um objetivo único. Dentro de cada projeto, é necessário estabelecer atividades ou etapas para alcançar esse objetivo. 

Por exemplo, se o objetivo do projeto for reduzir o tempo gasto na colheita, uma das etapas para atingir esse objetivo pode ser “contratar dois novos funcionários” ou “adquirir uma nova colhedora”. Dessa forma, fica mais fácil saber o que precisa ser feito para executar o projeto com sucesso.

Passo 4. Crie um cronograma

Para garantir que a gestão de projetos no Agronegócio seja conduzida sem desvios, é importante criar um cronograma detalhado. Com esse cronograma, cada etapa da execução da estratégia pode ser delineada, juntamente com um prazo para a sua conclusão

É recomendável que cada projeto seja dividido em etapas e que sejam estabelecidas datas para cada uma delas. Isso ajudará a otimizar a sua abordagem e garantir que todas as atividades sejam realizadas dentro do prazo estipulado.

Passo 5. Faça reuniões periódicas

Mesmo com a liderança designada para a gestão de projetos no agronegócio, é imprescindível o envolvimento dos demais colaboradores para garantir o sucesso das empreitadas. 

Sendo assim, é importante estabelecer reuniões regulares para avaliar o andamento de cada projeto. É recomendável que sejam realizadas reuniões semanais para discutir a situação de cada projeto e identificar possíveis melhorias para que os colaboradores alcancem resultados cada vez mais satisfatórios.

Passo 6. Acompanhe os resultados e dê feedbacks para os envolvidos

É importante acompanhar constantemente os resultados dos projetos no agronegócio e dar feedbacks aos colaboradores envolvidos. Isso permitirá avaliar o progresso em relação às metas estabelecidas e identificar eventuais problemas ou oportunidades de melhoria. 

Os feedbacks devem ser claros e objetivos, destacando tanto os acertos quanto às áreas que precisam ser aprimoradas. Essa prática contribui para o engajamento e motivação das equipes, além de aumentar a eficácia da gestão de projetos no agronegócio.

Passo 7. Treine seus colaboradores

Treinar colaboradores para fazer uma boa gestão de projetos no agronegócio pode ser uma tarefa desafiadora, mas é crucial para o sucesso dos projetos e do negócio como um todo. Algumas dicas para treinar colaboradores são:

  • Identifique os colaboradores que já possuem habilidades e experiência em gerenciamento de projetos e utilize-os como mentores ou líderes de projetos. Eles podem compartilhar suas experiências e orientar outros colaboradores.
  • Ofereça treinamentos específicos em gestão de projetos. Você pode contratar um consultor externo ou realizar treinamentos internos para desenvolver habilidades em planejamento, execução, monitoramento e controle de projetos.
  • Incentive a leitura de livros e artigos sobre gestão de projetos e crie um ambiente de aprendizagem contínua.
  • Promova a comunicação e o compartilhamento de conhecimento entre os colaboradores. Realize reuniões periódicas para discutir projetos em andamento e trocar ideias.
  • Estimule a participação dos colaboradores em projetos desafiadores e de grande impacto para o negócio. Essa experiência prática ajudará no desenvolvimento de habilidades em gestão de projetos.
  • Reconheça e recompense os colaboradores que demonstram habilidades e resultados em gestão de projetos. Isso incentivará outros colaboradores a se engajarem em projetos e a desenvolverem habilidades em gestão de projetos.

Leia também: como funciona a educação corporativa no agro e benefícios 

E agora que você já sabe como fazer na prática a gestão de projetos no agronegócio, continue acompanhando o blog da Plantar Educação para mais conteúdos como esse!

Por:
Pai, filho, educador e apaixonado por inovação! Graduado em Gestão de Tecnologia da Informação com MBA em Liderança e Gestão Empresarial. Já são mais de 20 anos com atuação em empresas ligadas ao Agronegócio nas áreas de gestão, consultoria e educação corporativa.
Receba nossas sementes de conhecimento toda semana!
compartilhar

Compartilhe este conteúdo em: