Onboarding gamificado na integração de novos funcionários

Marcos Paulo Barbosa
Onboarding gamificado na integração de novos funcionários

Onboarding é o treinamento de integração de um novo funcionário em uma empresa. Esse processo é de extrema importância para que os profissionais contratados se adaptem, de forma rápida e efetiva, ao ambiente de trabalho, aprendendo quais são as políticas da empresa e o que é necessário para que atuem de forma eficaz. 

Para promover um onboarding efetivo, é preciso apresentar ao colaborador toda a cultura da empresa, os seus diferenciais e fazê-lo se sentir parte do grupo desde o início de sua trajetória. 

E assim, existem diversas maneiras de realizar essa integração. Uma delas é a partir da gamificação. 

Mas como isso acontece? Como aplicar? É o que você saberá neste conteúdo. 

Por que adotar o Onboarding Gamificado?

O Onboarding Gamificado engloba os princípios da gamificação aplicados ao processo de integração de novos talentos. Essas características serão responsáveis por engajar os participantes e, consequentemente, aperfeiçoá-los como profissionais.

Primeiramente, vamos relembrar o conceito de gamificação? 

A gamificação – do o inglês gamification, é o uso de mecânicas e características de jogos para engajar, motivar comportamentos e facilitar o aprendizado de pessoas em situações reais, tornando conteúdos densos em materiais mais acessíveis, normalmente não associado a jogos.

Entre os mecanismos mais comuns, podemos citar:

  • Trilhas de conhecimento;
  • Sistemas de pontuação;
  • Quantificação de experiência;
  • Missões e conquistas;
  • Rankings e premiações.

Além disso, o sistema de pontuações, níveis e rankings recompensa o bom desempenho, deixando o usuário mais engajado. Com isso, o colaborador poderá sentir, por conta própria, seu aprendizado sobre a organização e descobrir como usar seus novos conhecimentos na sua rotina.

5 etapas para adotar o Onboarding Gamificado na sua empresa 

A implementação do onboarding gamificado requer várias etapas. Cada uma delas deve ser seguida à risca, pois qualquer falha pode prejudicar todo o projeto.

Por isso, montamos um passo a passo com tudo o que você precisa saber aplicar. Confira: 

Introduza a gamificação

Por ser uma tendência recente, a gamificação nas empresas não é um conceito conhecido por todos os profissionais do mercado. 

Por isso, é preciso introduzir a ferramenta aos funcionários da empresa, sobretudo àqueles que estarão envolvidos diretamente no projeto.

Essa adoção pode ser realizada da seguinte maneira:

  • Divulgar aos colaboradores as regras da integração;
  • Explicar que há um sistema de pontuações e como ele funciona;
  • Esclarecer como a mecânica da capacitação será colocada em prática;
  • Determinar quais são as recompensas.

Identifique os objetivos da empresa

Quando se trata de onboarding, é preciso pensar em todos os detalhes do treinamento de integração naquela companhia específica.

Como é a cultura organizacional? O que será esperado dos novos funcionários? Como eles ajudarão a empresa a alcançar suas metas? Perguntas desse tipo precisam ser feitas para que se possa desenvolver um jogo efetivo, que garanta a conquista dos resultados desejados.

Conheça toda sua equipe

É preciso que você também conheça o perfil dos seus colaboradores que passarão pela integração. 

Dessa forma é possível elaborar um treinamento que se encaixe com os padrões de comportamento da sua equipe, adequando os mecanismos de gamificação e os níveis de dificuldade dos exercícios.

Programe os comportamentos desejados

Identificou os objetivos da empresa? Estudou o perfil dos candidatos? Agora é hora de traçar os comportamentos que o usuário deverá ter

São detalhes que não podem ser escolhidos de maneira aleatória: todos devem estar de acordo com o perfil da empresa e as metas desejadas para aquele momento.

Implemente o sistema gamificado

Depois de todo esse estudo e planejamento, chega a hora de construir o sistema gamificado. Defina regras, modos de operação e motivadores do jogo. Escolha materiais de qualidade para montá-lo.

Nessa etapa aconselhamos que você tenha uma solução de treinamentos corporativos ao seu lado! Os treinamentos devem ser estudados e desenvolvidos para os seus colaboradores de maneira personalizada para obter resultados reais e, para isso, a sua empresa precisa de um apoio!

Lembre-se: um dos princípios da gamificação é a participação voluntária.

Analise os resultados

Com o projeto já em andamento, analise as métricas do seu jogo e avalie os resultados alcançados. Adote um sistema de metas conhecido como SMART, que pede objetivos específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais. Metas abstratas e complexas jogam contra o seu treinamento.

Com isso você analisa o que foi aperfeiçoado com o onboarding gamificado, se certificando que o investimento aprimorou as competências dos profissionais e está trazendo resultados reais ao negócio.

Depois de analisar os resultados, planeje os ajustes que serão necessários no game. Dessa forma, o seu onboarding gamificado ficará cada vez melhor e mais assertivo!

Pronto para implementar o onboarding gamificado na sua empresa? Conte com a Plantar Educação se precisar de uma plataforma gamificada com todas as vantagens que vimos neste conteúdo!