Educação digital para fortalecer a cultura da empresa

Marcos Paulo Barbosa
Educação digital para fortalecer a cultura da empresa

Como resultado da transformação digital surge uma das principais realidades e tendências do mercado: o investimento no ensino digital corporativo, também conhecido como “educação digital”.

Vivemos, hoje, em uma era digital, e as informações são recebidas em velocidade espantosa. Por isso, é extremamente necessário que se dê a devida atenção a esse novo tipo de educação para garantir que os colaboradores, novos e já com mais tempo de casa, sejam fortalecidos com uma cultura tecnológica.

Pensando em tudo isso, reunimos aqui as principais questões capazes de influenciar a eficiência de um projeto de ensino digital corporativo. Continue acompanhando para saber mais!

O que é educação digital? Por que aplicar na empresa? 

A educação digital é a prática de utilizar meios tecnológicos em métodos de ensino, frequentemente aliada à adoção de processos mais dinâmicos de aprendizagem.

É importante destacar desde já que não existe um modelo de educação digital ou um conjunto de pilares e características que nos permita uma definição mais detalhada.

Dessa forma, o tempo pode ser muito mais bem aproveitado, gerando um aprendizado bem mais rápido, caso resolvamos comparar os métodos expositivos tradicionais.

Como saber se os treinamentos corporativos são eficientes? 

Antes de mais nada, caso a empresa nunca tenha dado andamento a uma iniciativa digital do tipo, é essencial realizar um diagnóstico e mapeamento das necessidades da equipe, identificando assim as lacunas de performance, causadas por falta de conhecimentos que precisam ser sanadas e as melhores formas para isso.

Com esse processo realizado, a empresa pode passar para a criação de um projeto de educação corporativa com cronograma de treinamentos, definindo indicadores para controlar sua eficiência, com avaliação de desempenho e reação, aplicação de aprendizado, impacto, retorno sobre expectativas, retorno sobre os investimentos e assim por diante.

Essas medidas devem ser avaliadas de forma periódica, a fim de determinar se os resultados do projeto estão mesmo dentro do esperado. O ideal é que, ao longo de sua execução, as lacunas sejam eliminadas, aumentando a eficiência interna.

Como otimizar o projeto de educação digital na minha empresa?

Existem diversas ações que podem ser adotadas pela empresa para lidar com os erros e gerar melhores resultados no desenvolvimento dos colaboradores a partir da educação digital. 

Use indicadores de desempenho 

O primeiro passo para avaliar a eficiência do seu projeto de educação corporativa é realizar um diagnóstico e mapeamento das necessidades da equipe antes de sua formulação, ou seja, fazer os investimentos com base nas informações coletadas neste processo.

Isso permite que o plano de treinamentos seja elaborado para atingir os objetivos da empresa e minimizar as lacunas de desenvolvimento presente no time. 

Assim, é possível usar indicadores de desempenho em sua aplicação e realmente avaliar o retorno sobre o investimento feito. 

Crie uma cultura de aprendizado contínuo

Outra prática que ajuda a melhorar os resultados do projeto de educação digital é investir na criação de uma cultura de aprendizado contínuo, ou seja, a percepção de que o desenvolvimento interno é importante e um investimento para todos os profissionais e deve ser feito de forma constante na empresa.

Neste sentido, é preciso mudar o mindset da média gerência sobre o papel dos treinamentos na rotina dos colaboradores, mostrando que, na verdade, eles podem melhorar os resultados das equipes. 

Para isso, é indicado que o time de RH tenha suporte da alta gerência e apresente dados e informações que provem o valor do incentivo ao desenvolvimento: como pesquisas de mercado e estudos internos.

Facilite o acesso ao conteúdo

O time de Treinamento ou Gestão também pode investir em práticas, métodos e soluções que facilitam a aplicação de treinamentos, gerando assim, maior engajamento por parte dos colaboradores, que podem personalizar seu aprendizado e fazer sua inclusão dentro de suas rotinas. 

Alguns exemplos do que pode ser usado, são:

  • Plataformas de e-learning ou LMS (Learning Management System);
  • Mobile learning;
  • Microlearning.

Além de facilitarem o desenvolvimento dos profissionais, essas práticas são tendências do ensino digital. Desta forma, sua adoção faz com que a empresa se mantenha atualizada e aproveite os benefícios do que é novidade no mercado.

Mantenha os materiais atualizados e relevantes

É importante que a empresa certifique-se que todos os materiais e conteúdos dos treinamentos aplicados sejam atualizados e relevantes, para os participantes e para o mercado. 

Neste sentido, é indicado que o time de Gestão tenha um cronograma de avaliação e modernização dos materiais, fazendo isso periodicamente.

Tenha uma equipe experiente

Outro problema que prejudica o desempenho dos treinamentos é a falta de conhecimento e experiência sobre as tendências do ensino digital corporativo por parte da equipe responsável.

Essa lacuna impede que os investimentos sejam feitos de forma correta e o projeto de educação corporativa se mantenha competitivo com as novidades do mercado.

Neste sentido, é importante que o RH também tenha um plano de desenvolvimento e realize treinamentos contínuos. Além disso, esses profissionais devem manter um monitoramento de tendências que podem ser usadas para melhorar suas atividades e investimentos de desenvolvimento dos colaboradores.