Treinamentos corporativos de alto impacto: como e por que criar?

Marcos Paulo Barbosa
Treinamentos corporativos de alto impacto: como e por que criar?

Os treinamentos corporativos têm se tornado uma tendência entre as empresas que buscam, independentemente do seu tamanho, capacitar e qualificar seus colaboradores, em qualquer cargo. 

Seu principal objetivo é desenvolver habilidades e competências para aplicar em suas atividades com o maior potencial possível. 

Mais do que apenas oferecer bons salários e um ambiente de trabalho acolhedor, é importante que seus colaboradores tenham recursos e conhecimentos suficientes para que eles consigam realizar suas tarefas com qualidade máxima no menor tempo possível e ainda sejam capazes de sugerir melhorias e alterações nos processos.

E para que isso aconteça, é necessário que você incentive o treinamento e o desenvolvimento constante dos colaboradores, utilizando dos mais diversos meios e materiais.

E a melhor parte: com o recurso da internet, você não precisa de um esforço fora do comum ou de um orçamento absurdo para colocar isso em prática.

Vamos descobrir como?

O que é treinamento corporativo?

Os treinamentos corporativos são uma prática de educação corporativa que visa desenvolver habilidades específicas dos colaboradores, relacionadas às suas tarefas dentro da corporação e aos objetivos estratégicos dela.

Os treinamentos corporativos podem ser direcionados a qualquer colaborador dentro da empresa, sendo ele de um cargo estratégico ou operacional.

Contanto que o treinamento tenha de fato uma metodologia que se adeque a linguagem necessária para a interpretação.

Por que investir nesse treinamento?

Mais do que apenas em um nível operacional, investir em treinamento para os colaboradores é extremamente relevante para sua motivação, engajamento e retenção. Alguns dos seus benefícios são:

  • Melhora o clima organizacional: investir em treinamentos para seus colaboradores faz com que eles se sintam mais importantes e valorizados dentro da empresa e, dessa forma, fiquem mais motivados com seu trabalho e com a organização em si.
  • Aumenta a produtividade: um colaborador que sabe exatamente como executar; seu trabalho e recebe instruções para aprimorá-lo, levará menos tempo para realizá-lo, poderá evitar erros e refações e, consequentemente, produzirá mais;
  • Incentiva a inovação: colaboradores que dominam suas atividades, entendem o contexto atual de seu trabalho e da sua área de atuação e trabalham com o que há de mais novo, terão mais capacidade de analisar os processos criticamente, propor melhorias e trazer inovação para a empresa;
  • Cria colaboradores mais confiantes: um bom treinamento, na medida em que cria um sentimento de pertencimento do colaborador em relação a empresa, também faz com que ele se sinta mais confiante para dar suas opiniões, tomar decisões e propor melhorias para organização;
  • Diminui a rotatividade de colaboradores: quando o colaborador tem treinamento, realiza suas tarefas com facilidade, consegue pensar em inovação e se sente parte importante da empresa, as chances de que ele queira abandoná-la são muito menores e você evita os prejuízos da rotatividade.

Como utilizar os treinamentos corporativos para o desenvolvimento de pessoas?

O processo de admissão de um colaborador leva em consideração muitas informações sobre aquele profissional. É importante entender se ele tem perfil para a vaga desejada e ainda se possui os mesmos valores da empresa. 

Porém, muitas vezes, é identificado logo no início da trajetória do colaborador que ele precisa de algumas habilidades específicas as quais  ainda não possui. Nesses casos, o treinamento e desenvolvimento de pessoas é um diferencial da companhia. 

Na maioria das vezes, a melhor solução não é substituir aquele funcionário, mas sim qualificá-lo para que responda às expectativas. Não importa se a habilidade desejada seja puramente técnica ou comportamental, a educação corporativa pode cumprir esse papel de desenvolvimento. 

Como criar bons treinamentos corporativos?

A responsabilidade pelo planejamento e implantação de uma estrutura de treinamentos corporativos é do RH da empresa, mas envolve todos os setores. Pode envolver ainda empresas especializadas. Vejamos algumas etapas para oferecer capacitação e treinamentos assertivos:

Planeje os treinamentos corporativos

Com informações importantes extraídas na fase anterior é possível planejar os treinamentos de acordo com os objetivos e metas da empresa e, nessa fase, é essencial pensar em cada uma delas.

Além disso, é aqui que você deve planejar orçamentos e custos com tudo que será necessário, como: local, professores, materiais de ensino, possíveis contratações e terceirizações.

É preciso preparar materiais necessários e instrutores que serão responsáveis por cada tema, cronogramas e relações de colaboradores que farão parte de cada turma, de forma que os setores não fiquem desfalcados e o treinamento não se torne um problema.

Tenha um plano de aulas

Agora é hora de desenvolver os treinamentos e seus conteúdos.

Levante os tópicos importantes sobre os conteúdos, crie materiais criativos e pense em dinâmicas que despertem o interesse daqueles que vão participar.

Crie os conteúdos e o plano de aula de acordo com a necessidade de cada área ou grupo que foi separado.

Os planos de aula devem abordar temas relevantes e ser organizado de maneira que facilite o aprendizado. O formato do curso vai depender muito do poder de investimento da empresa e do tipo de conhecimento que será construído.

Lembre-se de nessa etapa voltar para as falhas e necessidades e compor o conteúdo com base no levantamento inicial. Pense em quais devem ser os objetivos do treinamento corporativo e não faça apenas conteúdos que sejam divertidos para o grupo, mas não agregarão para a organização a longo prazo.

Há ainda os treinamentos gamificados que utilizam mecânicas típicas de jogos, como níveis de dificuldade e recompensas por desempenho. Busque por aqueles que serão mais interativos.

Implemente o treinamento corporativo

A execução do treinamento começa muito antes da primeira aula. Antes de tudo, é preciso divulgá-lo. Afinal, não adianta elaborar o curso corporativo mais completo do mercado, se os colaboradores não se interessarem por ele.

E quando o dia chegar, basta colocar em prática todo o planejamento traçado previamente.

Mensure os resultados

Aplicar uma prova final é uma boa maneira de verificar o aprendizado do colaborador em um primeiro momento. No entanto, os resultados reais serão vistos na prática

Peça para que cada gestor acompanhe o desempenho da equipe de perto e avalie se o treinamento, realmente, surtiu efeito no dia a dia de trabalho.

Obter o feedback dos participantes sobre o treinamento também é fundamental. Assim, além de ser avaliado por seu desempenho, o colaborador também tem a chance de expor suas opiniões sobre as aulas.

É evidente que os efeitos das capacitações não surgem de um dia para o outro, por isso, é preciso analisar com frequência e preparar avaliação e indicadores de performance para entender as melhorias causadas, sejam técnicas ou comportamentais.

Exemplos de treinamento corporativo

Como já citado anteriormente, existe uma série de possibilidades de treinamentos para o desenvolvimento de pessoas.  Geralmente, em uma empresa, é possível elencar três principais categorias:

  • Treinamento Técnico: esse é o tipo de treinamento mais comum oferecido nas empresas. Normalmente, está relacionado a uma função técnica de cada área, como uso de softwares ou equipamentos. 
  • Treinamento Comportamental: são voltados ao desenvolvimento de habilidades comportamentais como liderança, comunicação interpessoal e gestão de conflitos. Não está ligado diretamente ao cargo exercido. 
  • Treinamento Compliance ou Obrigatórios: cada segmento costuma ter suas regulamentações e os funcionários da empresa precisam estar cientes das regras do seu setor. Esse tipo de treinamento é bastante comum nas empresas e, geralmente, é aplicado a todos os colaboradores.

Percebe como adotar a prática de treinamento corporativo e desenvolvimento de funcionários faz com que a equipe se torne mais eficiente e produtiva e aumenta a valorização e motivação dos colaboradores?

Agora você sabe mais sobre a importância do treinamento corporativo, conhece alguns de seus benefícios e passos indispensáveis para a criação do seu, que tal refletir sobre o tema e implementar em sua empresa?

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp