Treinamento in company: o que é, vantagens, tipos e como funciona

Marcos Paulo Barbosa
treinamento in company

Em um mercado tão competitivo, ter colaboradores qualificados é uma vantagem decisiva sobre a concorrência. Pode ser visto, inclusive, como uma questão de sobrevivência. Por isso, os treinamentos in company surgem como uma alternativa no segmento corporativo.

Esse tipo de treinamento é totalmente direcionado para dar assistência aos colaboradores em suas funções e dúvidas referentes à própria organização.

Para entender melhor como funciona esse tipo de treinamento e como adotá-lo na empresa, preparamos um conteúdo especial que vai esclarecer todas as dúvidas sobre o tema. Confira! 

O que é o treinamento in company?

Os treinamentos, independente de seu tipo, possuem um mesmo objetivo comum: transmitir algum conhecimento, certo?

Sendo assim, o treinamento in company tem objetivo de atender demandas da empresa e possibilita diversos benefícios para a organização e para os funcionários. 

Nos treinamentos in company, o profissional pode desenvolver necessidades específicas que abrangem sua função dentro da empresa.

Nesse tipo de capacitação o processo é voltado ao cargo ou área do profissional, de forma a oferecer conteúdos personalizados e específicos para determinado colaborador

São inúmeras as vantagens de investir em um treinamento para os colaboradores sem ter que sair da empresa. A seguir listamos as mais importantes:

  1. Conteúdo personalizado: ele é desenvolvido sob medida de acordo com as necessidades de cada empresa, o que ajuda a direcionar melhor os esforços e trabalhar questões que são de interesse específico;
  2. Custos reduzidos: com um treinamento dentro da empresa é possível atingir um número maior de colaboradores durante o processo sem representar um aumento nos custos;
  3. Integração da equipe: o treinamento in company possibilita uma melhor integração do time e um oportunidade para a troca de experiências;
  4. Flexibilidade de horários: quando é a empresa quem oferece os treinamentos, o horário é adaptado a empresa. Isso é importante especialmente porque reduz as chances da equipe não participar por dificuldade de horário ou por coincidir com outros compromissos;
  5. Imagem interna: uma empresa que investe nos funcionários ganha pontos e consegue reter talentos. 

O treinamento in company implementado corretamente pode trazer resultados significativos para a organização. 

Com funcionários cada vez mais capacitados, tarefas mais complexas podem ser executadas, o clima organizacional melhora, as demandas são entregues mais rapidamente e a produtividade aumenta! 

Por que investir em treinamento in company?

A pesquisa Panorama dos Treinamentos no Brasil realizada em 2021 mostrou que as Indústrias lideram o ranking, investindo, em média, 3,4% sobre a folha de pagamento anual em treinamentos. 

Isso mostra que os avanços tecnológicos e de infraestrutura tornaram a especialização, dos colaboradores, crucial para o bom desempenho das empresas.

Em segundo lugar, estão as empresas de serviços, que investiram 2,1%. As empresas de comércio fecharam o período com um investimento de 1,8% sobre a folha anual.

Em relação às horas investidas por colaborador, em volume formal de treinamento – e não as capacitações que acontecem junto com as atividades normais do trabalho –, durante um ano, as indústrias registraram 24 horas por ano.

Outro dado importante para comprovar a necessidade de treinar líderes em relação aos seus comportamentos é a preferência por treinamentos comportamentais para a alta liderança (52%) e gerência e supervisão (48%). Em segundo lugar aparecem os treinamentos técnicos, mas já com uma grande diferença de investimento: 28% para a alta liderança e 32% para gerência e supervisão.

Sabendo que o treinamento in company é uma capacitação para funcionários disponibilizada pela própria empresa, vimos que esse investimento humano tem impacto direto com a qualidade nos resultados da empresa. 

Afinal, dessa forma, os colaboradores se sentem mais aptos a realizarem seus trabalhos e mais motivados. 

Tipos de treinamento in company

Agora que você já conhece alguma das vantagens do treinamento in company é preciso saber das formas disponíveis. Além disso, estes cursos podem servir em qualquer área da empresa.

O treinamento pode seguir em diversos pontos, em exemplo veja alguns:

  • Ar livre;
  • Atendimento;
  • Comportamental;
  • Desenvolvimento Pessoal;
  • Integração;
  • Liderança;
  • Motivação;
  • Negociação;
  • Segurança;
  • Team Building;
  • Trabalho Em Equipe;
  • Vendas;
  • Vivencial/Experimental.

O primeiro passo é definir o tipo de treinamento que sua empresa precisa e agora que você já sabe, podemos passar para o segundo passo: entender quais áreas da empresa mais precisam de atenção. Ou se é o caso de oferecer um treinamento geral, que engloba toda a empresa. 

Se optar pelo último, os treinamentos de motivação e integração são os mais recomendados. Eles ajudam a empresa como um todo, especialmente se o objetivo é conseguir melhorar o rendimento da equipe. 

Por outro lado, se o objetivo é desenvolver áreas estratégicas, os treinamentos de liderança são ideais. 

Lembre-se: o treinamento in company é totalmente voltado para sua empresa e só você saberá o que é melhor para ela! 

O que um treinamento in company deve ter?

Para que o treinamento in company seja efetivo e cumpra seu dever é necessário que tenha profissionais capacitados envolvidos. 

Sendo assim, esse tipo de treinamento visa utilizar do teórico e do prático para que os colaboradores tenham mais embasamento para solucionar problemas do dia a dia.

Para que você escolha um treinamento in company de qualidade, separamos alguns detalhes que farão toda diferença e devem ser levados em consideração no momento de montar este treinamento. Confira:

  • É necessário ter entendimento pleno sobre seu negócio. Portanto, é imprescindível ter detalhada a empresa como um todo, desde macro e micro ações;
  • Identifique as reais necessidades. Depois de ter um conhecimento mais segmentado do negócio, esse é o momento de começar a criar um planejamento para o treinamento. Este ponto deve ser levado a sério, pois é o principal para que detalhes como dificuldades dos colaboradores e necessidades da empresa sejam pensados;
  • Comece a colocar em prática. Seja feito da maneira tradicional ou a distância, é hora de colocá-lo em prática, sempre seguindo à risca o que foi combinado com os diretores da empresa. Dessa forma, é possível manter o desenvolvimento monitorado;
  • Observe os resultados. Com o programa em prática o ideal é acompanhar os resultados, para assim, observar a evolução e desempenho dos colaboradores.

Para concluir, cabe deixar claro que, independentemente do tamanho ou segmento de atuação, todas as organizações podem se beneficiar com esse modelo. Portanto, ele é recomendado para qualquer tipo de negócio que queira aprimorar as habilidades das suas equipes.

Pronto para colocar o treinamento in company em ação na sua empresa? Conte com a Plantar Educação. Acreditamos que conhecimento adquirido através da educação corporativa, é uma semente que transforma e prospera pessoas e organizações! 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp