Transformação Digital: como implantar na cultura das empresas

Josivan Mesquita da Conceição
Transformação Digital

Nos últimos anos, os ambientes de trabalho foram modificados pela tecnologia, que mudou não só a jornada de trabalho como a forma de se trabalhar. Este recente cenário configurou uma série de desafios para empresas e gestores que desejam se adaptar às tendências de um mercado cada vez mais competitivo. Uma delas é a transformação digital.

No que especialistas chamam de quarta revolução industrial, a transformação digital tem ganhado força nos últimos anos por sua abordagem diante da digitalização do trabalho. A transformação digital também pode promover uma série de mudanças benéficas à cultura organizacional e dentro das equipes de trabalho.

Mas o que é transformação digital? Como a sua implantação pode modificar positivamente a cultura da empresa? Acompanhe-nos a seguir para saber mais sobre a transformação digital e como esse fenômeno pode ajudar a sua gestão.

O que é transformação digital?

Atualmente, é impossível falar de transformação digital sem mencionar o cenário pandêmico iniciado no ano de 2020. Isso deixou ainda mais evidente uma tendência que já era mundial: para sobreviver, empresas tinham que adaptar seus processos e colaboradores para a realidade digital. A mudança do ambiente físico para o home office é um bom exemplo dessas adaptações. É num contexto como esse que entra a definição de transformação digital.

Ao contrário do que o termo pode inspirar àqueles que não o conhecem, a transformação digital não se trata necessariamente de uma transformação geral do espaço físico de trabalho. Outro equívoco comum é o de que a transformação digital se baseia exclusivamente no uso de tecnologias e automação de processos.

A transformação digital pode sim envolver aparatos tecnológicos e automação de processos, mas ela não trata exclusivamente disso. A transformação digital envolve os processos, as pessoas e a tecnologia num sistema integrado e que busca a otimização dos resultados.

Num resumo simples, a transformação digital consiste na identificação de problemas e a adoção de soluções para estes problemas através de uma ou mais ferramentas digitais. Sempre tendo o consumidor como centro da estratégia, a transformação digital é um processo que exige do gestor não só o conhecimento das tecnologias, mas também uma definição clara dos ganhos e objetivos da mudança.

É comum ver organizações que automatizam ou adaptam processos antigos a um modelo digital e que, ao invés de otimizar, acabam burocratizando e engessando estes processos. Portanto, um olhar global do gestor é essencial para a transformação digital em qualquer empresa.

Transformação digital nas empresas

Acompanhar a velocidade das transformações digitais coloca as empresas em um cenário que as pressiona a adotarem modelos digitais de negócio e acompanharem as mudanças tecnológicas de perto. Processos como o acompanhamento dos concorrentes, dados dos consumidores e relatórios de desempenho podem ser interpretados em um tempo infinitamente maior. Essas mudanças chegam cada vez mais rápido e tornar estes adventos verdadeiros aliados da sua empresa e colaboradores é uma tarefa mais difícil do que parece. 

Juntamente aos desafios de decidir quais tecnologias adotar e quais processos otimizar, a transformação digital nas empresas também perpassa por uma questão humana. Ou seja, a transformação digital é bem mais profunda do que uma mera mudança nos espaços físicos ou adoção de ferramentas digitais, por exemplo. 

É preciso levar em conta os colaboradores, as funções que ocupam, a familiaridade destes colaboradores com as transformações e como a cultura organizacional pode facilitar ou dificultar o processo. Neste caso específico, elementos como a educação corporativa pode ser uma grande aliada na transformação da cultura da empresa, deixando os colaboradores mais aptos a receber a transformação digital.

Especialistas em todas as áreas apontam a inevitabilidade da automação de processos e que com o passar do tempo tudo que pode ser automatizado, será. Por isso, a transformação digital é uma realidade que você pode até adaptar, mas não adiar. Para as empresas é um processo de constante adaptação e transformação.

A transformação digital na cultura organizacional

Transformações na cultura de uma empresa talvez sejam mais difíceis do que as mudanças físicas, já que a cultura organizacional também está intrinsecamente ligada aos valores e hábitos dos colaboradores. Com a transformação digital não é diferente: por mais que a tecnologia tenha um papel importante, é a mudança de pensamento que deve ser a base maior da transformação.

Dessa forma, impede-se que as mudanças acabem por se transformar em métodos engessados e incapazes de mudança dentro da empresa. Felizmente para os gestores que desejam se aprofundar no assunto, uma busca rápida garante uma série de livros sobre o assunto. 

O livro “Transformação Digital: repensando seu negócio para a era digital”, do especialista estadunidense David L. Rogers, traz uma série de diretrizes e modelos para empresas implantarem e manterem o processo de transformação digital na atualidade. David, que é consultor para corporações como Google, Toyota e Visa, demonstrou 5 domínios estratégicos para a transformação digital:

Defina e adapte seu projeto ao cliente

Não estamos mais na época em que os clientes eram apenas uma ponte final para onde os produtos e serviços seriam consumidos. Na atualidade, a relação com o cliente é uma via de mão-dupla, na qual a rede de feedback é contínua. Por esse motivo, empresas de todos os portes buscam todas as vias pelas quais os seus clientes chegam até os seus produtos e serviços. 

Este aspecto faz com que o ambiente digital seja cada vez mais visado pelas empresas, já que é no online onde potenciais consumidores encontram, adquirem e fornecem feedback sobre os produtos e serviços que utilizam. Por fim, é preciso lembrar que não basta ter presença online, cabe ao gestor saber onde e como se posicionar do ponto de vista do seu modelo de negócio.

Tenha competitividade

Assim como a relação com o consumidor, a relação com os concorrentes também mudou. A ideia de concorrência que faz parte, necessariamente, do mesmo setor foi realocada para adicionar empresas que também oferecem os mesmos valores. Isso modificou a ideia de competição, já que o ambiente online possibilita que empresas concorrentes semelhantes possam colaborar a fim de enfrentar desafios diversos no mercado. Isso faz com que a batalha atual seja por influência entre empresas e não precisamente através de um confronto direto no mercado.

Saiba como trabalhar com seus dados

A forma como as empresas coletam, processam e interpretam seus dados também foi modificada pelos novos adventos digitais. Conceitos como o “big data” e o armazenamento de dados em nuvem permitiu que todo o prosseguimento do processamento de dados seja cada vez mais facilitado e barato para as empresas.

A quantidade de interações possível no ambiente online cria uma montanha de dados não estruturados que precisam ser organizados e interpretados. Por isso, é essencial a qualquer empresa na atualidade saber trabalhar com os dados disponíveis e gerar insights que sejam conclusivos a partir deles.

Crie um ambiente que favorece a inovação 

Conforme dito anteriormente, o engessamento dos processos pode ser prejudicial mesmo após a adoção da transformação digital. Isso porque, na velocidade em que as mudanças tecnológicas acontecem na atualidade, tanto adventos tecnológicos quanto processos ficam obsoletos cada vez mais rápido. Por esse motivo, a transformação digital é um processo contínuo e depende de um ambiente que favoreça a inovação. 

Esta adaptação pode ser um pouco mais difícil para empresas que surgiram em gerações anteriores e que ainda estão se adaptando aos modelos de negócio digitais.

Diferente da cultura de startup, que já nasce de processos de inovação e reinvenção diante das demandas, uma empresa já estabilizada no mercado pode enfrentar desafios para mudar sua cultura.

Portanto, cabe aos gestores criar um ambiente flexível afim de favorecer a inovação e fazer do processo de transformação digital parte da cultura da empresa.

Conheça o valor da sua empresa

Por fim, mas não manos importante, é necessário lembrar que na atualidade a ideia de valor entregue ao consumidor também se modificou. Anteriormente, empresas de todos os portes entregavam um valor fixo aos seus consumidores e seguiam dessa forma até o seu fechamento, se possível. Nos dias atuais, onde a adaptação é exigida para a sobrevivência das empresas, os valores entregue aos clientes também sofrem modificações e adaptações.

Educação corporativa aliada a transformação digital

Um grande aliado da transformação digital é a educação corporativa, que lidam constantemente com processos de aprendizagem colaboradores, por exemplo.

Observar os processos e identificar o que precisa ser mudado é o primeiro passo para dar espaço ao processo de aprendizagem através da educação corporativa.

Portanto, sabendo das mudanças trazidas pela digitalização de produtos e serviços, a transformação digital é um processo que vai exigir conhecimento profundo da empresa. No entanto, se tudo for feito da maneira correta, trará resultados sem precedentes para a empresa, colaboradores e consumidores.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp