Psicoterapia no trabalho: por que e como aplicar essa técnica?

Marcos Paulo Barbosa
Psicoterapia no trabalho: por que e como aplicar essa técnica?

Quem busca cuidados com o bem-estar emocional, logo pensa em psicoterapia. Mas você sabe o que é psicoterapia de fato? Como funciona? Quais os benefícios? Como a psicoterapia no trabalho pode ser aplicada?

Há um tempo, com a melhoria das condições de trabalho e o amplo entendimento sobre a importância de um ambiente benéfico para os funcionários, algumas empresas começaram a incluir em seus benefícios a presença de psicoterapeuta.

Porém, ainda existem empresas que ofuscam as questões de saúde mental no trabalho.

Pelas definições da Organização Mundial de Saúde (OMS), a saúde mental é “um estado de bem-estar em que o indivíduo percebe suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e frutífera e é capaz dar uma contribuição para sua comunidade”.

A saúde mental, portanto, é composta por vários elementos:

  • Satisfação pessoal — percepção de estar fazendo suas atividades corretamente, autonomia, competência, dependência intergeracional e percepção do potencial intelectual e emocional, entre outros;
  • Capacidade de superação (resiliência) ;
  • Produtividade acadêmica e profissional;
  • Participação social.

A saúde mental não se restringe à capacidade de um indivíduo de aproveitar a vida. Da mesma forma, não se reduz a criar um equilíbrio entre as atividades da vida e os esforços para alcançar a resiliência psicológica. Ela é uma construção complexa, que precisa ser compreendida sob várias perspectivas.

A importância da saúde mental no trabalho

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), a saúde mental do trabalhador está intimamente ligada à sua produtividade e ao seu desempenho. 

Condições que afetam negativamente o equilíbrio psíquico também refletem em alguns indicadores importantes para os recursos humanos, como:

  • Engajamento com o trabalho;
  • Comunicação com colegas de trabalho;
  • Capacidade física e funcionamento diário.

Esses problemas ocorrem mesmo antes do desenvolvimento de doenças psiquiátricas, porque mesmo o estresse considerado “normal” por muitos empregadores pode ser uma causa do comprometimento da força de trabalho. Dessa forma, é preciso atentar-se aos sinais de sobrecarga e de esgotamento.

E ainda, os números que o CDC traz são bastante preocupantes:

  • A depressão interfere na capacidade de uma pessoa de completar tarefas físicas em cerca de 20% das vezes e reduz o desempenho cognitivo em cerca de 35% das vezes;
  • Apenas 57% dos funcionários que relatam depressão moderada e 40% dos que relatam depressão grave recebem tratamento para controlar os sintomas depressivos.

Esse último ponto acontece devido a vários problemas, como a dificuldade de acessar um terapeuta e as dificuldades pessoais de priorizar a saúde mental.

Por isso a importância da psicoterapia no trabalho. 

Vamos entender melhor sobre! 

Como a psicoterapia no trabalho pode ajudar os colaboradores?

A psicoterapia procura formas para aumentar a qualidade de vida dentro do ambiente profissional, preocupando-se com o clima organizacional, condições favoráveis ao trabalho e uma boa relação interpessoal entre os funcionários.

Os profissionais de psicologia que atuam no trabalho podem ter várias atribuições, como:

Recrutamento e seleção

Toda empresa precisa de um processo para selecionar novos funcionários, certo?

Com essa necessidade em mente, a psicoterapia no trabalho serve para aplicar metodologias e assim identificar quais são as habilidades que os candidatos têm e quais melhor se adequam à realidade organizacional.

Além disso, os testes psicológicos são ferramentas científicas credenciadas pelo Conselho Federal de Psicologia. Ou seja: só podem ser usados por psicólogos. Esses métodos são utilizados pelas áreas de Recursos Humanos, que devem ter psicólogos no seu quadro, para conhecer a personalidade do candidato e algumas de suas habilidades.

Pesquisa de clima organizacional

Nem sempre os funcionários se sentem confortáveis para conversar com seus gestores ou com alguém do RH sobre algo que os incomoda dentro da empresa. Por isso, é papel da psicoterapia montar uma pesquisa de clima organizacional e depois compartilhar com os principais gestores para que melhorias sejam propostas e implementadas.  

Através de questionários anônimos é possível avaliar o grau de satisfação dos colaboradores e quais são os pontos que o quadro de funcionário acredita que devem ser melhorados. 

Gestão de conflitos

É natural que aconteçam divergências no ambiente de trabalho. Isso não significa, no entanto, que não possam ser evitados.

O especialista em psicoterapia no trabalho deve ser capaz de  ter tato e identificar as divergências para agir antes que elas se tornem discussões calorosas, o que chamamos de gestão de conflitos.

Porém, existem alguns sinais que indicam que um confronto está por vir, como constantes erros e atrasos, bem como a queda da produtividade e uma mudança negativa no clima organizacional.

Organização e promoção de treinamentos

A psicologia organizacional não serve apenas para adequar o ambiente de trabalho às necessidades da empresa. Os profissionais também devem se preocupar com o bem-estar dos funcionários e garantir que eles possuem as ferramentas necessárias para crescer e se desenvolverem.

Por isso, é de bom tom que se crie uma cultura de treinamentos e workshops, que atualizam os conhecimentos dos colaboradores e faz com que eles tenham mais capacitação para entregar resultados. Assim, todo mundo sai ganhando!

Atendimento psicológico

Falar sobre saúde mental e psicologia do trabalho é imprescindível. Portanto, os especialistas precisam estar atentos às condições dos colaboradores da empresa e na possibilidade deles desenvolverem transtornos psicológicos.

Nesse sentido, oferecer psicoterapia pelo trabalho acaba sendo uma solução interessante para lidar com problemas relacionados a essa seara. Dessa forma, vale destacar a atuação de clínicas, tradicionais ou online, que oferecem serviços corporativos.

Conclusão 

Com as mudanças acontecendo cada vez mais rápido dentro e fora das empresas, é preciso muita disposição e visão estratégica para gerenciar pessoas.

Assim como vimos, a atuação do especialista acontece em diferentes momentos. 

Os psicólogos organizacionais estudam os fenômenos que acontecem dentro de organizações para identificar fontes de problemas, e trabalham de forma a evitá-los.

Por isso, a psicoterapia no trabalho tem tanta importância!  Atuando diretamente na gestão de pessoas e analisa o comportamento organizacional como um todo, sem deixar de lado o foco em cada colaborador individualmente.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp