Plano de aula para um centro de treinamento: como elaborar?

Marcos Paulo Barbosa
plano de aula

Planejar treinamentos corporativos têm como objetivo aprimorar as competências dos colaboradores e de toda a equipe. E para isso, contar com um plano de aula corporativo é de extrema necessidade.

Afinal, é por meio do treinamento corporativo que é possível desenvolver habilidades específicas nos funcionários, garantindo que eles estejam preparados para atender aos objetivos estratégicos da organização.

As aulas podem ser direcionadas a qualquer tipo de colaborador, desde os que ocupam cargos operacionais até os líderes da empresa.

Basta serem realizadas com estudo, cuidado e conteúdo específico.

Mas como elaborar um plano de aula para um centro de treinamento? Qual conteúdo não pode faltar? Como aplicar? É o que falaremos neste artigo!

Primeiramente, o que é e como funciona um centro de treinamento corporativo?

Os centros de treinamento profissional oferecem cursos de treinamento para empresas, voltados sempre ao desenvolvimento dos colaboradores e da empresa como um todo. Quanto mais um profissional estiver capacitado para realizar suas atividades cotidianas, melhor serão os resultados que esse colaborador trará.

Ou seja, é necessário realizar alguns passos antes de montar um centro de treinamento na sua empresa, como:

  • Se atentar a parte logística;
  • Conhecer as necessidades dos seus colaboradores e qual conteúdo se encaixa melhor;
  • Decidir em plano de aula os tipos e formatos de conteúdo;
  • Saber quais materiais são necessários para o treinamento.

Como planejar treinamentos corporativos?

Organização é fundamental para planejar treinamentos corporativos, principalmente quando a realização depende de muitas pessoas e setores.

Algumas informações são primordiais para você começar o planejamento, que são:

  1. Defina o objetivo: o que você deseja com este treinamento. Por exemplo: “Capacitar os novos colaboradores do time de vendas”;
  2. Plano de aula: defina qual a carga horária, quais serão os tópicos abordados e quantos encontros serão necessários;
  3. Conteúdo: esclareça todas as suas dúvidas e apresente o planejamento aos gestores, para saber se o conteúdo atende às necessidades da empresa;

Tendo estas informações em mente, podemos dar prosseguimento nas demais etapas do processo de treinamento.

Porém, nosso foco é no plano de aula, certo? Então vamos falar sobre ele!

Passo a passo para montar um plano de aula para seu centro de treinamento

Pesquisas realizadas pela Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento, mostram que o volume de horas formais de treinamento por colaborador nas empresas é de, em média, 16,6 horas por ano. O tempo é quase a metade do realizado nas organizações americanas, que somam 31,5 horas anuais.

As ações de treinamentos são feitas, em maior parte, aos não líderes (58%), porém, os líderes ganham uma parcela relevante nessa divisão. 42% da alta liderança e gerência e supervisão recebem treinamentos específicos.

Todos esses dados mostram a necessidade de montar um bom plano de aula para que os alunos -ou seja, os colaboradores da sua empresa-, se mantenham atualizados e informados da melhor maneira possível.

Atuar em sala de aula pode não fazer parte da rotina de trabalho de um especialista, seja fora ou dentro da empresa, assim, embora detenha muito conhecimento em determinado assunto, para que possa disseminar corretamente o conteúdo, é primordial o planejamento da sua aula.

Para montar o plano de aula, siga os passos abaixo:

Defina a carga horária do treinamento

Para cada tipo de treinamento, é preciso que você defina a carga horária a ser realizada pelo aluno.

Se o conteúdo for mais extenso, opte por uma carga horária maior, porém com aulas menores, para que seja melhor entendido.

Em caso de um conteúdo mais simples, se necessário, divida-o em partes e aplique da maneira que for melhor para a organização.

Ao definir a carga horário, é importante lembrar que o treinamento pode acontecer em horário de trabalho e deve ser conciliado com as demais obrigações. Por isso, opte por um tempo menor em aula.

Defina os tópicos e assuntos a serem abordados

Sabemos que cada área tem as suas necessidades e assuntos a serem discutidos.

Por exemplo, o conteúdo que irá agregar a área de vendas da sua empresa, pode não ser tão proveitoso para os programadores.

Ainda assim, se necessário, é possível unir todos em prol de um só aprendizado. E para isso, opte por aulas menores e conteúdos de interesse geral.

Aqui, é importante definir o que será abordado em tópicos. Isso ajudará na divulgação, entendimento do curso e até mesmo guiará o profissional que administrará as aulas.

Onde e quando irá acontecer

Sabemos que o EAD obteve uma grande crescente em 2020. Segundo a Catho Educação, o aumento nas matrículas para cursos EAD foi de 70% entre 21 de março e 6 de abril deste ano, enquanto o interesse pelos cursos remotos aumentou em 45%.

Por isso, considerar um ensino a distância na sua empresa pode ser uma ótima opção.

Um dos maiores diferenciais da educação à distância está em seu próprio nome, a possibilidade de ensinar e aprender sem a necessidade de estar fisicamente perto.

Diferente do modelo tradicional de educação, no qual é preciso existir um espaço físico onde alunos e professor interagem e o conhecimento é repassado, exigindo que todas essas pessoas se transportem de suas residências até o local de ensino, o EAD surge para superar a barreira física.

Então, em caso de treinamentos EAD, opte por uma plataforma segura, veja a disponibilidade dos seus colaboradores, crie regras e lembre-se: o conteúdo deve ser chamativo e importante para que ele compareça.

Caso você opte por treinamentos no local de trabalho ou em algum espaço alugado, saiba que o gasto será maior e que será necessário pensar nos mínimos detalhes.

Para isso, confira nosso artigo sobre EAD corporativo clicando aqui.

É evidente que o investimento em treinamento para os seus colaboradores traz um retorno enorme para a empresa, afinal os custos para realizar novas contratações são mais altos do que capacitar as equipes internas.

Embora o planejamento exija inúmeras informações, elas são fundamentais para garantir o sucesso da estratégia.

Com essas dicas, você está pronto para criar seu plano de aula para o centro de treinamento da sua empresa. Boa sorte!