LNT: descubra a importância desse levantamento no setor de RH

LNT

Atualmente, os investimentos em T&D estão entre os mais importantes dentro de uma empresa, e fazer a escolha certa nesses casos faz toda a diferença. Porém, no meio do caminho, muitos se esquecem do mais importante: quais fatores justificam o treinamento escolhido? Por isso, para resolver esse impasse existe o LNT, ou Levantamento de Necessidade Treinamento. 

O LNT permite levantar as necessidades e também os benefícios de um ou mais treinamentos em uma empresa. Desse modo, a elaboração do LNT é um passo essencial antes de adotar ou investir em qualquer tipo de treinamento. 

Mas como funciona a elaboração desse levantamento? O que é preciso levar em consideração no momento da sua elaboração? 

Se você quer saber tudo sobre o LNT, leia o artigo até o final. Vamos lá? 

O que é LNT? 

Conforme dissemos anteriormente, LNT é a sigla para Levantamento de Necessidade de Treinamento e é um documento do setor de gestão de pessoas e RH. Em resumo, a LNT levanta e resume as necessidades de adoção de um ou mais treinamentos dentro da empresa. 

Na sua equipe, existirão carências ou até mesmo discrepâncias entre o que um colaborador precisa saber no ambiente de trabalho e o que ele faz de fato. Portanto, o levantamento de necessidade de treinamento olha para essas carências e define quais treinamentos podem gerar o conhecimento ou estimular o comportamento esperado. 

Antes de tudo, é preciso lembrar que o LNT é diferente do programa de treinamento, uma vez que ele antecede todo o processo. E por ser uma base importante, os dados que alimentam o levantamento devem ser precisos e claros sobre as necessidades de treinamento do time. 

O LNT é uma etapa muito importante por ser a base de todo o planejamento por trás dos treinamentos dentro da organização. Por isso, quando feito de forma inadequada ou pouco precisa, a empresa terá prejuízos ao invés de crescimento junto ao seu time de colaboradores. 

Além disso, a elaboração do LNT também vai exigir um alto conhecimento dos processos dentro da organização, para que hajam parâmetros para a definição da necessidade de treinamento. Ou seja, não há como levantar necessidades sem um conhecimento prévio que avalie esses processos internos. 

Mas como obter esses dados e elaborar esse levantamento na prática? Atualmente, existem algumas opções que podem ser exploradas e que veremos a seguir. 

Como elaborar um NLT

Quando o assunto é a elaboração da LNT, é comum que o foco fique por conta dos colaboradores que receberão o treinamento em questão. No entanto, também é preciso olhar para o ambiente interno da empresa, que pode conceder insights importantes das skills que seu time precisa desenvolver. 

Uma das formas de fazer isso é analisando os cargos: as pessoas ocupando estes cargos estão aptas diante das habilidades que são exigidas delas? Caso não estejam, que tipo de treinamento deve ser adotado para atingir esse objetivo de aprendizagem? Essa etapa geralmente é chamada de análise de cargos

Já a análise organizacional faz a observação dos objetivos estratégicos da empresa, o que inclui a cultura e a visão da organização. Isso porque adoção ou a justificativa de um treinamento precisa estar alinhado com os objetivos da empresa para que o treinamento objetive resultados relevantes. 

A análise dos recursos humanos vai observar o perfil do seu time de colaboradores e determinar os principais comportamentos e habilidades dentro dele. Desse modo, é possível olhar para esse perfil e definir quais conjuntos de habilidades e comportamentos mais contribuem para o crescimento da empresa. 

Por fim, na análise de treinamento o seu objetivo deve ser não só definir o treinamento ideal para atender às carências do seu time, como também as formas de avaliação dos resultados obtidos. 

Outra ferramenta que pode ajudar na criação do LNT é a pesquisa de clima organizacional. Mesmo que a pesquisa de clima não aponte necessariamente a necessidade de treinamento, ela pode trazer insights importantes sobre como o clima da empresa afeta a eficiência e eficácia do seu time. Entrevistas, questionários e avaliações de desempenho também podem fazer toda a diferença na sua análise para elaborar o LNT. 

Estrutura do LNT 

Atualmente, não existe um modelo padrão de como deve ser estruturado o levantamento de necessidade de treinamento. Porém, existem alguns tópicos que não podem ficar de fora do seu levantamento, sendo eles: quem precisa do treinamento, as áreas prioritárias e o tipo de treinamento. 

Caso você tenha seguido as etapas de análise que falamos anteriormente, a essa altura você possui dados suficientes para estruturar o seu LNT. 

Quem precisa do treinamento 

Neste tópico você precisa destrinchar quem precisa dos treinamentos que você definiu por meio das análises anteriores de recursos humanos e de cargos. Portanto, nesse tópico, defina com clareza quem vai precisar e por qual motivo vai precisar dos treinamentos. 

Por exemplo, digamos que a empresa em que você atua trabalha com transporte de produtos perigosos. Em análise, você percebeu que metade dos motoristas apresentam um baixo conhecimento no manuseio ou em medidas de segurança em caso de vazamentos ou danos ao produto. 

No seu LNT, você precisa definir tanto os colaboradores que precisam do treinamento quanto a justificativa que motiva a doção do treinamento, nesse caso sendo a qualificação dos motoristas em manuseio e medidas de segurança. 

Áreas prioritárias 

Lembre-se: nem todos os setores que necessitam de treinamento possuem o mesmo nível de urgência para o aprendizado de novas habilidades. Por isso, no seu LNT, além de definir as áreas que precisam de treinamento, você também precisa priorizá-las de acordo com o nível de urgência. 

Suas lideranças precisam melhorar as suas soft skills? Os setores operacionais apresentam uma grande diferença de produtividade entre si? O segredo desta etapa está em fazer as perguntas certas e definir quais setores sofrerão maior impacto na empresa caso o treinamento não seja priorizado. 

Desse modo, a hierarquização vai permitir um melhor planejamento não só do ponto de vista de tempo como também de orçamento. Assim, os resultados projetados terão maior foco nas áreas que realmente necessitam do treinamento com mais urgência. 

Tipo de treinamento 

Finalmente, neste tópico o seu papel é definir o tipo de treinamento que será adotado levando em conta os dados analisados anteriormente. Portanto, aqui você deve detalhar não só as inciativas de educação corporativa na empresa como também o formato do treinamento que será adotado na empresa. 

Aqui, o mais importante é entender que tipos de treinamentos se encaixam no perfil dos colaboradores e dos objetivos da empresa do ponto vista de resultados. Atualmente, a aprendizagem digital traz diversas possibilidades e formatos de conteúdo que facilitam esse processo. 

Por fim, defina indicadores que permitam analisar o cenário de necessidades de treinamento que podem mudar com o passar do tempo ou durante o processo de implementação. Dessa forma, você mantém o controle de todo o processo, mesmo que precise mudar o foco. 

Quer transformar a sua empresa com o melhor das soluções em educação corporativa? A Plantar Educação te ajuda! Aqui você conta uma universidade corporativa digital que facilita a vida de quem aprende e traz dados relevantes para quem administra. Na Plantar você também tem consultoria educacional para te ajudar a qualificar e treinar seu time do jeito certo! 

Quer conhecer nossas soluções? Fale com um de nossos especialistas e comece a semear o futuro da sua empresa com a Plantar Educação! 

Por:
Graduado em Relações Públicas pela Universidade Federal de Goiás, busca alcançar novos horizontes e desafios no campo da gestão do agronegócio. Aproximar as áreas de gestão dos processos humanizados e eficazes é um de seus principais objetivos, sempre levando em conta a qualidade e a credibilidade na produção de conteúdos úteis e concisos.
Receba nossas sementes de conhecimento toda semana!
compartilhar

Compartilhe este conteúdo em: