O que é ensino híbrido? Aprenda a aplicar

Marcos Paulo Barbosa
O que é ensino híbrido? Aprenda a aplicar

O ensino híbrido, ou blended learning, é uma das maiores tendências da Educação do século 21, que promove uma mistura entre o ensino presencial e propostas de ensino online.

Essa metodologia potencializa o aprendizado dos alunos, além de gerar um diferencial competitivo. Incentivar uma maior flexibilidade de ambientes e de horários para estudar, por exemplo, capacita a pessoa a aprimorar sua disciplina e aumentar seu rendimento e sua produtividade.

Neste post, vamos mostrar o que é o ensino híbrido e como ele pode ser usado na educação. Acompanhe! 

Mas então, o que é ensino híbrido?

Essa nova metodologia tem como objetivo aliar métodos de aprendizado online e presencial. 

Esse é um processo contínuo de aprendizado em que é preciso trabalhar os métodos online e offline em conjunto. O ensino híbrido é responsável por captar o que existe de bom em cada ambiente para potencializar a experiência educativa.

Porém, é essencial estar ciente de que essa metodologia não se resume a apenas colocar computadores e novas tecnologias em escolas, cursos ou empresas. É preciso aplicar algumas técnicas e manter os alunos sempre sob a supervisão de um profissional.

As aulas presenciais têm como foco a interação entre professor e alunos. Os conteúdos e atividades são passados de forma online, e, assim, a aula presencial serve para tirar dúvidas, discutir assuntos e ainda desenvolver trabalhos e atividades. 

Quando se trata de aulas online, alunos podem ter acesso a plataformas EAD para realizar tarefas e ter acesso a conteúdos individualmente.

Quais são as vantagens dessa metodologia?

Que os alunos permaneçam tendo contato com outros colegas de sala de aula e professores ainda é bastante relevante, contudo eles podem ter uma maior flexibilidade de ambiente e de tempo para estudar. 

Sendo assim, uma das principais vantagens do ensino híbrido é permitir que os estudantes tenham essa liberdade de aprendizado e se afastem cada vez mais do ensino rotineiro. 

A vantagem desse método é fazer com que o estudante consiga coordenar suas próprias tarefas diárias e aprimorar sua disciplina.

Como aplicar o ensino híbrido? 

Para implementá-lo é preciso de um preparo acadêmico, pedagógico, estrutural e tecnológico para melhor adequar o aluno à nova realidade.

É importante também, procurar saber se os possíveis alunos estão abertos ao modelo de ensino proposto, e até mesmo, se será necessário despertar o interesse dos mesmos. Para isso, faça pesquisas e apresente as vantagens do ensino híbrido para o aprendizado. 

O plano de aula deve ser pensado e elaborado para incluir e integrar a tecnologia de maneira relevante, como a utilização de textos em formato digital, discussão de temas em fóruns on-line, multimídias para expor os conteúdos, entre outros.

Essa metodologia transforma a maneira de ensinar do professor e a maneira de aprender dos alunos, distanciando-se do modelo tradicional de educação para se adequar às mudanças trazidas pela tecnologia.

Quais são os modelos utilizados?

Os modelos de rotação utilizam de diferentes espaços, dentro e fora da sala de aula, para que os alunos revezem entre si atividades de acordo com o que foi acordado.

São eles:

  • Rotação: propõe estudar uma mesma disciplina ou tema específico ora através de plataformas digitais, ora realizando projetos em grupo, e também dividir a turma entre quem estuda na modalidade virtual ou presencial, e alternar.
  • Sala de aula invertida: utilizar o conhecimento prévio do aluno, obtido por meio digital, para discutir em sala de aula o tema estudado e compartilhar com os colegas e o professor.
  • Flex: permite que o estudante aprenda através de recursos digitais com maior autonomia, mas tem o professor disponível para tirar dúvidas sempre que precisar.
  • Laboratório on-line: disponibiliza o curso inteiro em plataforma digital, mas em um ambiente físico, assim os alunos estudam no laboratório e também assistem às aulas tradicionais.

O ensino híbrido é uma tendência educacional, pois integra tecnologias digitais ao ensino, é adaptável à realidade da sala de aula e torna a atividade de ensino-aprendizagem mais interativa e personalizada!